Portal Euclidense: Botafogo e Fluminense vão à Justiça para não jogar; clubes podem ser rebaixados

INICIO

terça-feira, 16 de junho de 2020

Botafogo e Fluminense vão à Justiça para não jogar; clubes podem ser rebaixados

Dupla é contra o retorno do futebol em junho | Foto: Mailson Santana | Fluminense - Foto: Mailson Santana | Fluminense

Após decisão da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), em marcar o retorno do Campeonato Carioca para o próximo dia 22 de junho, o Botafogo e o Fluminense anunciaram que entrarão na Justiça para não jogar durante a pandemia de Covid-19.

"Seguimos achando precipitado o retorno do futebol porque entendemos que não é momento. A pandemia persiste. A maioria dos clubes do Rio de Janeiro quer voltar. Sendo assim, cedemos, mas desde que o Fluminense tenha um tempo justo de treino e que a prefeitura e o governo do estado autorizem a volta de forma oficial. Entendemos que nesse caso podemos avaliar um retorno. Como as datas marcadas (22 e 24) para o retorno dos nossos jogos são inaceitáveis, do ponto de vista da saúde de nossos atletas, não vamos a campo e vamos buscar as medidas na justiça desportiva para fazer valer o que é certo, já que se trata de um estado de calamidade pública", disse Mário ao Globoesporte.

Uma outra reunião foi marcada para a noite desta terça-feira, 16, a fim de um consenso entre os clubes e a Ferj. Existe a possibilidade de uma mudança na data dos jogos da dupla, que não deseja atuar em junho.

"É uma decisão de profunda desconexão com a realidade. Infelizmente, a maioria dos clubes no arbitral entendeu ser o momento de voltar a disputar jogos, a despeito do cenário caótico vivenciado. Fomos contrários. Além disso, a preparação física, após longo período sem contato com bola, precisa de um trabalho adequado. Acionei o Departamento Jurídico assim que acabou o arbitral. O Botafogo vai buscar defender os seus interesses caso as datas apresentadas sejam confirmadas. O futebol impacta sobremaneira a vida das pessoas e a mensagem para a sociedade que se deveria passar, nesse momento, não é de competição ou disputas", declarou o presidente Botafoguense ao GE.

Caso os times não entrem em campo nos dias definidos pela a federação, os clubes poderão ser penalizados com suspensão, multa e até mesmo rebaixamente para uma série inferior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário