Portal Euclidense: Pessoas com tipo sanguíneo "O" podem ser mais resistentes ao novo coronavírus, aponta estudo

INICIO

sábado, 17 de outubro de 2020

Pessoas com tipo sanguíneo "O" podem ser mais resistentes ao novo coronavírus, aponta estudo

Pessoas com tipo sanguíneo O podem ser mais resistentes à contaminação pelo novo coronavírus e têm uma probabilidade reduzida de adoecer gravemente, aponta dois estudos publicados nesta quarta-feira (14).

As informações são da CNN Brasil.

Porém, as razões para essa associação não são claras e especialistas apontam que mais pesquisas são necessárias para dizer quais implicações, se houver, tem para os pacientes.

De acordo com a reportagem, um estudo dinamarquês descobriu que entre 473.654 pessoas que foram testadas para covid-19, apenas 38,4% com sangue tipo O tiveram resultado positivo — embora, entre um grupo de 2,2 milhões de pessoas que não foram testadas, esse tipo de sangue representasse 41,7% de a população.

Outro estudo, do Canadá, descobriu que entre 95 pacientes gravemente infectados pela Covid-19, uma proporção maior com sangue tipo A ou AB — 84% - necessitou de ventilação mecânica em comparação com pacientes com grupo sanguíneo O ou B, que era 61%.

O estudo canadense também descobriu que aqueles com sangue do tipo A ou AB tiveram uma permanência mais longa na unidade de terapia intensiva, uma média de 13,5 dias, em comparação com aqueles do grupo sanguíneo O ou B, que tiveram uma média de nove dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário