Portal Euclidense: Policial é acusado de intimidar e perseguir eleitores de partido rival em Euclides da Cunha

INICIO

domingo, 15 de novembro de 2020

Policial é acusado de intimidar e perseguir eleitores de partido rival em Euclides da Cunha

 

Um policial civil está sendo acusado de abordar e intimidar pessoas que tenham uma opinião política diferente da sua na cidade de Euclides da Cunha,a 143 km de Serrinha. A informação foi confirmada ao Aratu On pela assessoria da corporação.

Em nota, a polícia informou que a 25ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/Euclides da Cunha) e a Delegacia Territorial (DT) estão analisando um ofício enviado pela Procuradoria Geral do Município (PGM) sobre a conduta do agente. "O caso será acompanhado pela Corregedoria da Polícia Civil (Correpol)", diz o comunicado.

O investigador foi identificado como Raphael Rangel. No ofício, a PGM cita um caso ocorrido no último dia 12 de novembro. “Em gozo de férias, reiteradamente se utiliza dos poderes inerentes a sua função pública (abordando civis e fazendo vistoria em veículos particulares de forma intimidadora) para fins particulares, notadamente eleitoreiro e partidário”, diz o documento, divulgado pelo Bahia Notícias.

O policial é apoiador da ex-prefeita Fátima Nunes (PSD), que está em disputa com o atual prefeito, Luciano Pinheiro (PDT). A PGM solicita que sejam adotadas “medidas no sentido de apurar e responsabilizar conduta irregular do agente em questão”.

Um comentário:

  1. ISSO E O DE MENOS OQUE A POLICIA DE EUCLIDES DA CUNHA FAZ,ENTRE ELES VARIOS OUTROS CRIMES,COMO ALICIAMENTO DE PESSOAS PARA A VENDA DE COCAINA,ESTORCAO,GRUPO DE ESTERMINIO RESPONSAVEL POR VARIAS MORTES,INCLUSIVE A DE 1 POLICIAL MILITAR,SUBORNO,VENDA DE ARMAS E MUNICAO ENTRE OUTROS DIVERSOS CRIMES.

    ResponderExcluir