Portal Euclidense: Doria viaja de férias para Miami e, horas depois, anuncia volta para São Paulo.

INICIO

quarta-feira, 23 de dezembro de 2020

Doria viaja de férias para Miami e, horas depois, anuncia volta para São Paulo.

Governador disse que retorno ocorre após o vice-governador, Rodrigo Garcia, testar positivo para a Covid-19 nesta quarta-feira. Doria foi criticado nas redes sociais por viajar durante o endurecimento das regras da quarentena no período de festas.

O governador foi fotografado em aeroporto, na madrugada desta quarta, em uma fila para voo com destino a Miami

Horas depois de ter chegado a Miami, na Flórida, nos Estados Unidos, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) , anunciou que vai voltar ao Brasil após seu vice ser diagnosticado com Covid-19.

"Acabo de receber a notícia de que o vice-governador, Rodrigo Garcia, testou positivo para Covid-19. Por conta disso, estou cancelando minha licença e retorno ainda hoje para SP para seguir o trabalho à frente do Governo de SP. Desejo pronta recuperação ao Rodrigo Garcia", disse Doria em sua conta no Twitter.

Em nota, o governo de São Paulo afirmou que ele desistiu das férias com a família na Flórida, onde chegou nesta quarta.

"O governador João Doria decidiu retornar a São Paulo nesta quarta-feira (23), assim que tomou conhecimento de que o vice-governador Rodrigo Garcia testou positivo para coronavírus. Ele desistiu das férias com a família na Flórida, onde chegou hoje", diz a nota.

Doria foi criticado nas redes sociais por viajar durante o endurecimento das regras da quarentena no período de festas. O governador foi fotografado em aeroporto, na madrugada desta quarta, em uma fila para um voo com destino a Miami.

Em coletiva de imprensa na terça-feira (22), o governo de São Paulo determinou medidas de endurecimento da quarentena, com o aumento nas restrições de funcionamento de bens e serviços em todo estado durante o Natal e o réveillon. De acordo com o anúncio, apenas serviços essenciais poderão funcionar nos dias 25, 26 e 27 de dezembro e 1, 2 e 3 de janeiro.

Podem funcionar nos dias 25, 26 e 27 de dezembro e 1, 2 e 3 de janeiro:

farmácias;

mercados;

padarias;

postos de combustíveis;

lavanderias;

meios de transporte coletivo, como ônibus, trens e metrô;

e hotéis, pousadas e outros serviços de hotelaria.

Não abrem nos dias 25, 26 e 27 de dezembro e 1, 2 e 3 de janeiro:

shoppings;

lojas;

concessionárias;

escritórios;

bares, restaurantes e lanchonetes (exceto para delivery);

academias;

salões de beleza;

e cinemas, teatros e outros estabelecimentos culturais.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário