Portal Euclidense: Distribuição da vacina começa nesta segunda; Vacinação na quarta, diz Pazuello

INICIO

domingo, 17 de janeiro de 2021

Distribuição da vacina começa nesta segunda; Vacinação na quarta, diz Pazuello

Momentos após a liberação dos usos das vacinas Coronavac e Oxford por parte da Anvisa, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello anunciou, em entrevista coletiva, que a distribuição das vacinas para os estados começa nesta segunda (18), às 7h. "A distribuição com apoio do Ministério da Defesa começa nesta segunda-feira (18). A distribuição será de forma igualitária para todos os estados e de forma proporcional aos grupos de risco", anunciou.

Para começar a vacinação, o Ministério da Saúde fará a distruição das seis milhões de doses da Vacina Coronac, contrata pelo Instituto Butantan. No entanto, o governo de São Paulo e o Governo disputam uma queda de braço sobre q quantidade das vacinas entre todos os estados. Sobre as 2 milhões de dose das vacinas da Oxford/Astrazeneca, o ministro disse que a importação desse acontecer ainda essa semana, sem especificar a data. "Postergado por um ou dois dias, mas continuo confiante que essa semana receberemos", disse o ministro.

De acordo com Pazuello, estados com maiores riscos de contaminação, nesse momento, poderão receber doses extras da vacina. "Determinei ao secretário que incluisse uma taxa de risco dentro da proprosta de distribuição. Para ter uma flexibilidade em cima dos locais de maiores riscos. As vacinas são diferentes, com eficácias diferentes. Uma vacina pode ser mais importante em um lugar do que outro. Haverá uma taxa de risco. Estados com mais rsicos, receberão mais doses. Isso é variável e pode ser mudado", disse.

Segundo ele, ainda hoje serão divulgadas as quantidades iniciais de doses para cada estado. "Os cálculos já estão prontos. Amanhã às 7h farei uma entrega simbólica, uma bandeirinha pra cada um. Os pactos são dos Estados, pactuados com nós. O Estado vai receber as doses e distribui para seus municípios", disse.

Pazuello criticou a ação do governador de São Paulo, João Doria, que momentos após a autorização da Anvisa, comandou a vacinação da primeira pessoa em solo brasileiro a receber a vacina. A enfermeira Mônica Calazens, "A coordenação do plano é do Ministério da Saúde, por foça de lei. Todas as seis milhões de dose serão distribuídas da forma proporcional. A distribuição será igualitária. Qualquer outra coisa fora disso está em desacordo com a lei", disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário