Portal Euclidense: Em dia de boa expectativa com a chegada da vacina contra a Covid-19, Euclides da Cunha registra mais um óbito

INICIO

quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

Em dia de boa expectativa com a chegada da vacina contra a Covid-19, Euclides da Cunha registra mais um óbito

Chegou a 16 o número de óbitos pelo novo coronavírus (Covid-19) em Euclides da Cunha. O óbito mais recente ocorreu nesta terça-feira, 19, dia em que o município celebra a chegada de 1.100 doses da vacina contra o Covid-19. Trata-se de uma idosa que, após dar entrada na UPA – Unidade de Pronto Atendimento, teve quadro clínico agravado e evoluiu a óbito.

De acordo com o boletim desta terça-feira, Euclides da Cunha agora tem 1.202 casos confirmados de Covid-19, com 1.154 pacientes recuperados e 16 óbitos, restando 32 casos ativos. Com esse novo registro de óbito, Euclides da Cunha se torna o terceiro município da região com maior número de mortes, atrás de Ribeira do Pombal (31 óbitos) e Uauá (18).

VACINAÇÃO JÁ COMEÇOU EM EUCLIDES DA CUNHA

Pouco tempo após a chegada da vacina contra o Covid-19, Euclides da Cunha já iniciou a vacinação. Uma técnica de enfermagem que trabalha na UPA recebeu a primeira dose do imunizante. A vacinação começou um dia antes da data prevista, que era nesta quarta-feira, 20, e isso foi possível porque o Ministério da Saúde conseguiu entregar os lotes de vacinas disponíveis antes do prazo indicado.

O cronograma de vacinação prevê que os profissionais de saúde que atuam na linha de frente, bem como médicos, enfermeiros e técnicos, serão os primeiros a serem imunizados.
Das 1.110 unidades que o município recebeu, 803 foram destinadas aos indígenas da aldeia Massacará, onde moram os índios Kaimbé de Euclides da Cunha e a família da primeira índia vacina no Brasil contra a Covid-19.

Nenhum comentário:

Postar um comentário