Portal Euclidense: Cardiologista cotada para assumir Ministério da Saúde nega convite, diz jornal

INICIO

15/03/2021

Cardiologista cotada para assumir Ministério da Saúde nega convite, diz jornal

Motivo da recusa não foi informado

A médica cardiologista Ludhmila Hajjar não deve assumir o Ministério da Saúde. Segundo a coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo, ela negou o convite feito pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O motivo da recusa não foi informado.

Os dois se reuniram neste domingo (14) para tratar do assunto. O nome da médica era um dos mais cotados para substituir Eduardo Pazuello, que teria pedido demissão do cargo por motivos de saúde. Sua saída deve ser confirmada nos próximos dias.

Publicamente Ludhmila já havia criticado a atuação do Governo Federal no combate à pandemia, defende a vacina e as medidas de restrição. A cardiologista é contrária ao tratamento precoce e já afirmou que cloroquina, ivermectina e a azitromicina nã tem efeito contra a Covid-19.

Nenhum comentário:

Postar um comentário