Portal Euclidense: Fábio Vilas-Boas cobra artistas no Twitter, e Ivete rebate: 'me respeite'

INICIO

domingo, 28 de março de 2021

Fábio Vilas-Boas cobra artistas no Twitter, e Ivete rebate: 'me respeite'

Secretário de Saúde pediu posicionamento de artista sobre covid-19

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, usou o Twitter neste domingo para cobrar um posicionamento mais firme de artistas sobre a covid-19. Neymar, Whidersson Nunes, Paulo Coelho e Ivete Sangalo foram alguns dos nomes mencionados por Fábio.

Para 'Veveta', o secretário disse que "ela deveria ser mais envolvida em questões sociais". Em seguida ele afirmou que o Brasil esta no caminho para o colapso na saúde e perguntou: "O que você fez para ajudar a evitar?", citando Ivete, que não gostou de ser cobrada pelo secretário e retrucou.

"Não o conheço. Me respeite! O senhor definitivamente desconhece os meus feitos. Aplique as suas impressões a ações que são da sua responsabilidade. Pratique isso com os seus, em busca de resultados para aqueles que o colocaram nessa posição, Trabalhe para o povo", cobrou.

"Não gosto de politicagem. Isso já está claro para todos que me acompanham. Cada um deve saber das suas responsabilidades. Portanto, me respeite quando for falar ao meu respeito. Não me faça ensinar o seu trabalho, pois não permitirei que faça o meu", completou a artista.

Após a resposta de Ivete, o secretário apagou todas as publicações que fez cobrando pessoas do meio artístico. Em seguida, publicou um pedido de desculpas. "Quero deixar claro meu total respeito e admiração pelo mundo artístico e cultural. São pessoas que muito contribuíram e contribuem com a sociedade e, neste momento, entendo que passam por um momento extremamente delicado em virtude da pandemia. Se fui mal interpretado, peço desculpas. 

Nessa luta diária contra esse inimigo invisível, trabalhamos incansavelmente para salvar vidas, porém, infelizmente, cerca de 15 mil baianos morreram. Nesta batalha diária em prol da vida, busco a união e solidariedade de toda a sociedade", tuitou o secretário.


Nenhum comentário:

Postar um comentário