Portal Euclidense: Vereadora do Recife é agredida com spray de pimenta pela PM em ato contra Bolsonaro

INICIO

sábado, 29 de maio de 2021

Vereadora do Recife é agredida com spray de pimenta pela PM em ato contra Bolsonaro

Governador Paulo Câmara mandou afastar oficial que coordenou operação hoje.

A vereadora Liana Cirne (PT) prestou queixa na Polícia Civil de Pernambuco por agressão praticada pela Polícia Militar durante manifestação contra o governo Bolsonaro neste sábado (29/5), no Centro do Recife. Um vídeo postado nas redes da parlamentar - a mais votada do Partido dos Trabalhadores na cidade - mostra ela recebendo um jato de spray de pimenta lançado por um policial militar de dentro de uma viatura da RadioPatrulha. A parlamentar é atingida exatamente no rosto e, sob efeito do gás, cai no chão, sendo socorrida por uma amiga.

O episódio acontece na Ponte Princesa Isabel, acesso direto ao Palácio do Campo das Princesas, sede do governo estadual, e que tinha um bloqueio de veículos militares. Nas imagens, Liana Cirne aparece seguindo e falando com um grupo de PMs. Os militares entram no veículo e parecem ignorar os argumentos da vereadora, que insiste em segui-los. Os PMs entram na viatura e, ao se aproximar do veículo, a vereadora é surpreendida pelo jato de spray atirado pelo policial que estava sentado no banco do passageiro da viatura.

Segundo a assessoria de imprensa de Liana Cirne, ela foi socorrida para a UPA da Abdias de Carvalho, na Zona Oeste do Recife, com lesões nos olhos e dificuldade para respirar. Em seguida, foi para a Central de Plantões da Polícia Civil, em Campo Grande, na Zona Norte da capital, prestar queixa contra a agressão.

Afastamento

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, se posicionou formalmente sobre a confusão entre PMs e manifestantes contrários ao governo Bolsonaro no início da tarde deste sábado, no Centro do Recife. Em comunicado oficial nas redes sociais, o governador anuncia que determinou o afastamento do oficial que comandou a ação para dispersar a manifestação e o policial que teria agredido com spray de pimenta a vereadora do Recife Liana Cirne (PT).

“Sempre pratiquei na minha condição de governador de Pernambuco, os mesmos princípios que defendo como cidadão e democrata. Repudiamos todo ato de violência, de qualquer ordem ou origem. Sobre o ocorrido durante manifestação no Centro do Recife, na manhã deste sábado, determinei a imediata apuração de responsabilidades”, diz o governador.

E segue: “A Corregedoria da Secretaria de Defesa Social já instaurou procedimento para investigar os fatos. O oficial comandante da operação, além dos envolvidos na agressão à vereadora Liana Cirne, permanecerão afastados de suas funções enquanto durar a investigação. Sempre vamos defender o amplo diálogo, o entendimento e o fortalecimento de nossas instituições dentro da melhor tradição democrática de Pernambuco”, finaliza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário