Portal Euclidense: Toyota Corolla alcança marca de 50 milhões de unidades vendidas no mundo

INICIO

13/08/2021

Toyota Corolla alcança marca de 50 milhões de unidades vendidas no mundo

O Toyota Corolla completa, em 2021, 55 anos de lançamento. O modelo da montadora japonesa estreou em 1966, três décadas após a fundação da companhia, e de lá para cá conta com 12 gerações. Agora, o carro, que é vendido em mais de 150 países em todos os cinco continentes, chega a marca de 50 milhões de unidades vendidas em todo o mundo.


O Corolla é fabricado em 15 países e, de acordo com a Toyota, foi o único carro a passar de 1 milhão de unidades emplacadas em 2020. No Brasil, o automóvel é produzido desde 1998, na fábrica de Indaiatuba, em São Paulo. São mais de 1,4 milhão de unidades feitas no país.


Inicialmente, o Corolla era fabricado na planta de Takaoka, no Japão, construída especialmente para o modelo. Ele chegou ao Brasil como importação, em 1994, e acabou ganhando o mercado nacional, com a fábrica no interior paulista sendo anunciada três anos depois.


A unidade brasileira da Toyota exporta o veículo para países vizinhos, como Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile e Colômbia. De acordo com a empresa, a planta em Indaiatuba “permitiu à fabricante consolidar sua atuação na indústria nacional e auxiliou sua expansão e desenvolvimento sustentável na América Latina”.



Das unidades vendidas em toda a história do carro, 23 mil foram comercializadas no Brasil no primeiro semestre de 2021, colocando o carro com uma participação de 56% na categoria de sedãs médios. A 12ª geração do veículo, a atual, foi lançada no país em 2019, sendo um híbrido com motor flex. Essa versão acumula 4.287 unidades vendidas de janeiro a julho deste ano.

Corolla Cross


Já a versão Corolla Cross, um SUV médio, soma 15 mil unidades vendidas de março a julho de 2021. A produção deste veículo, porém, será paralisada neste mês de agosto. O carro é montado na fábrica de Sorocaba, também em São Paulo. A planta vai ficar parada entre os dias 18 e 27 de agosto.

A Toyota explicou, em nota na quarta-feira (11), que a parada é inevitável por causa da falta de insumos “que afeta a cadeia de suprimentos global, provocada pela pandemia de Covid-19“. A fábrica em Sorocaba é responsável pela fabricação dos modelos Yaris, tanto hatch quanto sedã, do Corolla Cross e do Etios, este último somente para exportação.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário