Portal Euclidense: Paranoia: Bolsonaristas apontam broche como prova de “conspiração” de Mourão com a China

INICIO

09/09/2021

Paranoia: Bolsonaristas apontam broche como prova de “conspiração” de Mourão com a China

Vice tuitou sobre a independência do Brasil com foto da época da visita ao país asiático e causou furor entre apoiadores do presidente

Um broche com as bandeiras do Brasil e da China, usado na lapela pelo general Hamilton Mourão, está sendo apontado por influenciadores bolsonaristas nas redes sociais como “prova” de que o vice conspira com o gigante asiático contra o presidente Jair Bolsonaro. No dia 7 de Setembro, Mourão tuitou uma foto onde aparece com o broche, tirada numa entrevista dada ao canal de notícias chinês CGTN na época de sua visita, em maio de 2019.

“Mourão ‘tuíta’ no dia da Independência do Brasil com um broche da China no ‘palitó’ (sic). REVELADOR”, criticou um perfil bolsonarista no twitter, imediatamente replicado pelo blogueiro Allan dos Santos, um dos principais porta-vozes da extrema-direita nas redes sociais. Investigado pelo STF no inquérito das fake news e também pela CPI da Covid, Allan, cujo canal, o Terça Livre, foi banido do youtube, vive atualmente nos EUA.

Minutos antes de acusar Mourão, Allan dos Santos havia estabelecido, em uma sequência de tweets, sua teoria sobre a conspiração chinesa contra Bolsonaro. “Nenhum analista ou cientista político entendeu que estamos diante de um conflito entre Xi Jinping e o MUNDO. BOLSONARO é O ALVO do PARTIDO COMUNISTA CHINÊS”, afirmou o expert em geopolítica da Terra plana.

Em sua postagem original no twitter, o vice homenageava a independência do Brasil. “Em 7 Set 1822, o Brasil declarou sua Independência e cresce a cada dia, cuidando do seu bem maior: o brasileiro. Somos um país jovem e uma democracia plena, fruto das lutas dos nossos antepassados. Sigamos em frente, honrando o legado de liberdade e respeitando nosso povo”, escreveu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário