Portal Euclidense: O caminho de Zé Trovão para se entregar à Polícia Federal

INICIO

27/10/2021

O caminho de Zé Trovão para se entregar à Polícia Federal

Caminhoneiro bolsonarista chegou ao Brasil após voo até o Peru e travessia pelo Paraguai 

O caminhoneiro bolsonarista Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão, se entregou nesta terça-feira 26 à Polícia Federal em Santa Catarina. Ele é alvo de um mandado de prisão emitido pelo ministro Alexandre de Moraes, relator de um inquérito que apura a organização de atos contra o Supremo Tribunal Federal, e, desde o final de agosto, estava foragido no México.

Ele se apresentou às autoridades em Joinville (SC), onde mora com a família. Mas antes, percorreu um longo caminho desde a Cidade do México até se encontrar com a Polícia Federal. Zé Trovão chegou ao Brasil no último domingo, 24, depois de passar pelo Peru, onde desembarcou em Lima de um voo vindo da capital mexicana no último dia 22 de outubro — com o trajeto, evitou ser preso ao pisar em um aeroporto brasileiro. De acordo com investigadores, do Peru, ele rumou a Ciudad del Este, no Paraguai, e atravessou a fronteira com Foz do Iguaçu, onde há pouco controle sobre o grande fluxo de pessoas que atravessam a Ponte da Amizade.

Zé Trovão anunciou que se entregaria em um vídeo divulgado em seu canal no Telegram — que permaneceu ativo durante todo o tempo em que esteve foragido. “Vocês com toda certeza receberão do Brasil inteiro a notícia de que neste dia 26 de outubro de 2021 eu me entreguei à Justiça brasileira”, afirmou.

Um dos pivôs da última crise entre o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal, que teve seu momento de maior tensão em uma série protestos a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e contra a Corte no dia 7 de setembro, Zé Trovão chegou a articular uma greve de caminhoneiros para pedir a saída de ministros.

Localizado pela reportagem de VEJA em um hotel na capital mexicana no dia da greve, Zé Trovão chegou a cobrar um posicionamento do presidente Jair Bolsonaro e, logo em seguida, revelou seu paradeiro prometendo se entregar — muito embora ele mesmo tenha recuado desta decisão enquanto esteve no México.

Nenhum comentário:

Postar um comentário