Quinta, 20 de Janeiro de 2022 16:18
SAÚDE Pele

QUAIS AS MANIFESTAÇÕES DA COVID-19 NA PELE E COMO IDENTIFICÁ-LAS?

O tom da pele pode indicar baixos níveis de oxigênio no sangue

13/01/2022 18h19 Atualizada há 7 dias
Por: Redação Fonte: Santa lucia
QUAIS AS MANIFESTAÇÕES DA COVID-19 NA PELE E COMO IDENTIFICÁ-LAS?

A comunidade científica internacional tem investigado todas as linhas de sintomas possíveis da covid-19 e os achados dermatológicos tem sido cada vez mais comuns. Até o momento, já se sabe que há pelo menos cinco manifestações cutâneas possíveis.

A depender da associação a outros sinais e do estudo epidemiológico do paciente, essas manifestações podem estar associadas à contaminação pelo novo coronavírus. Para falar sobre isso, convidamos a médica dermatologista do Hospital Santa Lúcia, Natália Medeiros.

Leia a entrevista e compartilhe conhecimento.

1 – Quais as possíveis manifestações cutâneas da covid-19 identificadas até o momento e o que elas fazem com a pele?

Já foi observada uma grande variedade de manifestações cutâneas da covid-19, entre elas o exantema, a urticária, o livedo, a isquemia e até mesmo a necrose.

O exantema é caracterizado por manchas avermelhadas, que podem ser mais disseminadas ou se apresentar por meio de caroços. Já a urticária é caracterizada por placas elevadas, avermelhadas e pruriginosas.

No livedo, a pele apresenta uma coloração com aspecto mosqueado, o que mostra comprometimento vascular, assim como a isquemia. Nesta, a pele já está mais comprometida, com coloração arroxeada/ azulada, podendo evoluir para necrose, em que há destruição tecidual.

2 – Essas manifestações podem ser curadas antes de a pessoa ser curada da covid-19?

Geralmente, as manifestações estão relacionadas à doença, mas algumas delas podem ter regressão antes da cura. Não há um padrão definido. Da mesma forma, ainda não se comprovou correlação entre manifestações cutâneas da covid-19 e gravidade da doença.

3 – Como identificar se os sintomas cutâneos apresentados são indicativos de covid-19? Na dúvida, procurar uma emergência hospitalar ou um dermatologista?

As manifestações cutâneas da covid-19 são, muitas vezes, semelhantes a manifestações de outras viroses ou quadros como alergias. Para que se pense no diagnóstico de covid-19, é preciso fazer o estudo epidemiológico do paciente, que auxiliará o profissional da saúde em seu raciocínio clínico.

O paciente deve procurar o atendimento que lhe for de mais rápido acesso, levando em consideração a importância do diagnóstico precoce e medidas de isolamento.

Em tempos de pandemia, todas as manifestações que podem fazer parte do quadro da doença devem ser levadas em consideração e investigadas. É um esforço necessário para que se consiga desacelerar a progressão da disseminação da doença.

4 – O tratamento dos sintomas sofre alguma alteração se estiverem associados à covid-19? Como? Por quê?

Sendo realizado o diagnóstico diferencial do quadro do paciente, é possível direcionar o tratamento específico para o que está causando a manifestação na pele. Não existem manifestações cutâneas exclusivas da covid-19. Precisamos determinar sua causa para então definir tratamento adequado.

Por exemplo, um paciente com urticária devido a uma medicação precisa suspender o uso e tomar anti-histamínicos. Já um paciente com urticária pela covid-19 receberá tratamento para a doença segundo protocolo da instituição em que se encontra.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Euclides da Cunha - BA
Atualizado às 16h01 - Fonte: Climatempo
31°
Poucas nuvens

Mín. 18° Máx. 33°

32° Sensação
3 km/h Vento
45% Umidade do ar
90% (2mm) Chance de chuva
Amanhã (21/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 34°

Sol e Chuva
Sábado (22/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 33°

Sol e Chuva
Anúncio
Anúncio