Terça, 28 de Junho de 2022
19°

Pancada de chuva

Euclides da Cunha - BA

Geral Piauí

Governo do Estado é parceiro em projeto que visa combater a fome em Floriano

O Projeto Cozinha Solidária nasce por intermédio de uma parceria entre o Governo do Estado, por meio da Coordenadoria de Enfrentamento às Drogas do Piauí (Cendrogas), com a Organização Assistencial dos Ex-combatentes

23/06/2022 às 19h00
Por: Redação Fonte: Secom Piauí
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Piauí
Foto: Reprodução/Secom Piauí

Com o objetivo de distribuir alimentos para famílias que sofreram com a pandemia da Covid-19, como desemprego, falta de moradia e exclusão social, além de atender famílias usuárias de álcool e outras drogas de Floriano, foi lançado, nesta quarta-feira (22), o Projeto Cozinha Solidária que nasce por intermédio de uma parceria entre o Governo do Estado, por meio da Coordenadoria de Enfrentamento às Drogas do Piauí (Cendrogas), com a Organização Assistencial dos ex-combatentes.

O Projeto será executado por meio de investimento assegurado pelo PRO Social no valor de R$ 60.000,00 e beneficiará, primeiramente, os moradores dos Bairros Bosque Santa Teresinha, São Cristóvão e Conjunto Habitacional Jacob Demes.

“Está ideia nasceu de um intercâmbio nosso em São Paulo, onde conhecemos o trabalho de duas instituições e resolvemos plantar essa semente aqui em Floriano. As famílias beneficiadas surgem de um banco de dados que a própria Organização coletou”, contou Francisco Ferreira, responsável técnico da Organização Assistencial dos ex-combatentes.

“Serão distribuídas 100 refeições por dia, três vezes por semana, correspondendo a 1.200 ao mês na cidade de Floriano. Agradecemos esse compromisso selado pela Cendrogas”, ressaltou.

Para o coordenador geral de Enfrentamento às Drogas do Piauí, Sâmio Falcâo, isso mostra a preocupação que a entidade tem em combater a fome dos florianenses. “Parabenizamos a Associação pelo belo trabalho realizado em Floriano voltado para a política de prevenção, bem como de acolhimento e assistência social e agora terá essa missão também de ajudar no combate da vulnerabilidade social”, finalizou Sâmio.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários