Sábado, 15 de Junho de 2024
19°

Parcialmente nublado

Euclides da Cunha, BA

POLÍTICA ALERTA

Prefeitura de Cansanção é Acusada de Contratar Empresa Fantasma para Ações Sociais

Denúncia revela irregularidades em compras de R$ 51 mil e gastos milionários com festas juninas em meio a crise de infraestrutura

09/06/2024 às 11h47
Por: MARCELO NOBRE Fonte: Redação
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Uma grave denúncia envolve a Prefeitura de Cansanção, no nordeste da Bahia, acusada de comprar materiais de uma empresa fantasma para ações sociais. Segundo as acusações, a administração municipal teria contratado a "Grab Atacadista", uma empresa que não existe no endereço especificado, para fornecer kits de gêneros alimentícios e materiais de higiene no valor de R$ 51.550,98. O contrato teria vigência de três meses.

Continua após a publicidade
Anúncio

A denúncia foi levantada pelo Sindicato dos Servidores Públicos de Cansanção, que aponta que o relatório emitido pela Assistência Social local é fictício. O documento alegava que fortes chuvas no município teriam afetado 25 mil pessoas, deixando mais de 300 desabrigadas e destruindo casas de mais de 30 famílias. Entretanto, as acusações indicam que tais danos foram exagerados ou inexistentes, com o intuito de justificar a contratação da empresa inexistente.

Continua após a publicidade
Anúncio

Além das acusações de irregularidades nas compras, a gestão municipal enfrenta críticas por gastar grandes somas de dinheiro em festas juninas. A prefeitura contratou atrações como Xand Avião por R$ 500 mil, Manuh Batidão por R$ 350 mil e a banda Toque Dez por R$ 180 mil, enquanto a infraestrutura local sofre com estradas intransitáveis e outros problemas.

Continua após a publicidade
Anúncio

A atual prefeita, Vilma Gomes (União Brasil), é esposa do ex-gestor do município, Ranulfo Gomes, que foi alvo da "Operação Making Off" da Polícia Federal. Na ocasião, foram identificados desvios de recursos públicos que ultrapassam R$ 25 milhões. Durante o período da operação, Vilma Gomes atuava como secretária de saúde do município.

A situação está dividindo opiniões entre os moradores de Cansanção, que enfrentaram fortes chuvas e enchentes entre janeiro e março deste ano. O município, composto por oito bairros e aproximadamente 48 comunidades entre povoados, fazendas e uma comunidade quilombola, continua a lutar contra deficiências na infraestrutura local.

A denúncia levanta questões sérias sobre a integridade e as prioridades da gestão municipal de Cansanção. Enquanto investigações continuam, a população aguarda por esclarecimentos e possíveis medidas corretivas para garantir a transparência e a responsabilidade na administração pública.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários