Quinta, 25 de Julho de 2024
17°

Tempo nublado

Euclides da Cunha, BA

Senado Federal Senado Federal

Oriovisto critica medidas econômicas do governo federal

O senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR) chamou a atenção, em pronunciamento na terça-feira (11), para a dívida interna brasileira. O parlamentar...

12/06/2024 às 22h55
Por: MARCELO NOBRE Fonte: Agência Senado
Compartilhe:
 - Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado
- Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

O senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR) chamou a atenção, em pronunciamento na terça-feira (11), para a dívida interna brasileira. O parlamentar citou matéria publicada no jornal Folha de S. Paulo que afirma que, nos últimos 12 meses, o déficit nominal do Brasil chegou a 9,41% do produto interno bruto (PIB). Para o senador, o Congresso Nacional deveria discutir o tema.

Continua após a publicidade
Anúncio

— O Brasil não tem como ter uma solução de pagar essa dívida que ele tem de R$ 7 trilhões, dívida interna, R$ 7 trilhões. Não tem como pagar isso. E aí o que ele tem que fazer? Tem que estruturar essa dívida. Agora, aí é que está o pulo do gato. Como é que se estrutura uma dívida, meu Deus? Será que o PT não vai aprender isso nunca? É preciso ter credibilidade. É preciso alongar o prazo. A dívida brasileira vence toda ela em quatro anos, ou seja, a cada quatro anos, o governo tem que emitir papel para renovar 100% da sua dívida. E, como ele faz déficit primário, ele não inspira confiança no mercado.

Continua após a publicidade
Anúncio

Oriovisto criticou o governo federal ao afirmar que o Executivo quer criar impostos e aumentar sua receita, mas não planeja diminuir os gastos. O parlamentar destacou que a nova tabela do Imposto de Renda só beneficiou uma categoria, gerando aumento de imposto para a maior parte da população. O senador ainda lamentou a aprovação da taxação de produtos importados de até US$ 50 ( PL 914/2024 ).

Continua após a publicidade
Anúncio

— Agora criou o "imposto das blusinhas". Foi o Líder do governo, o senador Jaques Wagner [PT-BA], quem propôs o imposto das blusinhas aqui neste Senado. Esse imposto tinha sido retirado pelo relator, que era o nosso senador Rodrigo Cunha [Podemos-AL], que tinha retirado; e o governo colocou. A maior prova de que o Lula quer o imposto das blusinhas é que ele pode vetar agora; está na mão dele vetar. Vamos ver se ele vai vetar! Não vai! Ele quer o imposto das blusinhas. Você que compra blusinha, que está me ouvindo, que compra produtos importados até US$ 50 e que agora vai pagar mais 20% de imposto, saiba que quem colocou esse imposto se chama Luiz Inácio Lula da Silva. O comando é dele.

O senador também criticou a MP 1.227/2024 , que tem o objetivo de aumentar a arrecadação de impostos do governo federal. Parte do texto que trata da restrição ao uso de benefícios fiscais por empresas privadas foi impugnada pelo presidente do Senado e do Congresso, Rodrigo Pacheco.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários